Mostrando pesquisa para: Todas as localidades

Saizen 5,83mg/mL, caixa com 1 frasco-ampola com 1,03mL de solução de uso subcutâneo

Início Medicamentos Repositores Hormonais Somatropina Saizen 5,83mg/mL, caixa com 1 frasco-ampola com 1,03mL de solução de uso subcutâneo

De R$ 393,00 até R$ 466,00

Saizen é indicado para crianças: No tratamento da deficiência de crescimento devido à diminuição ou falta da produção do hormônio do crescimento endógeno; No tratamento da deficiência de crescimento em meninas com Síndrome de Turner (anomalia sexual); No tratamento da deficiência de crescimento associada à...

Leia mais...
Fabricante: Merck
Tipo do Medicamento: Biológico
Princípio Ativo: Somatropina
Necessita de Receita: C5 Branca 2 vias (Venda Sob Prescrição Médica - Só Pode ser Vendido com Retenção da Receita)
466.00
Logo da empresa
R$ 466,00

Entregamos na sua região com melhor preço , prazo e de forma simples . Clique abaixo e fale conosco!

393.00
Logo da empresa
R$ 393,00

Entregamos na sua região com melhor preço , prazo e de forma simples . Clique abaixo e fale conosco!

Saizen é indicado para crianças:

  • No tratamento da deficiência de crescimento devido à diminuição ou falta da produção do hormônio do crescimento endógeno;
  • No tratamento da deficiência de crescimento em meninas com Síndrome de Turner (anomalia sexual);
  • No tratamento da deficiência de crescimento associada à insuficiência renal crônica em crianças em idade pré-puberal (antes da puberdade);
  • No tratamento da deficiência de crescimento em crianças nascidas pequenas para idade gestacional.

Saizen é indicado para adultos:

  • No tratamento da deficiência acentuada de hormônio do crescimento iniciada na infância ou na idade adulta.

Como o Saizen funciona?

Saizen (somatropina) é o hormônio do crescimento humano recombinante obtido através da técnica de engenharia genética.

A somatropina tem a mesma estrutura do hormônio do crescimento produzido naturalmente em humanos. A ação principal da somatropina é a promoção do crescimento. Ela também influencia o metabolismo das proteínas, carboidratos (açúcares) e lipídeos (tecidos adiposos).

Saizen não deve ser utilizado nos seguintes casos:

  •  Alergia à somatropina ou a qualquer um dos componentes da fórmula;
  •  Câncer (recém diagnosticado ou recorrente). Qualquer câncer pré-existente deve estar inativo;
  •  Em casos com evidência de qualquer progressão ou recorrência de lesão intracraniana;
  •  Retinopatia (doença da retina sem inflamação) por diabetes em adultos;
  •  Pacientes críticos com complicações pós-cirúrgicas após intervenções cirúrgicas cardíacas ou abdominais abertas, existência de traumatismos múltiplos, insuficiência respiratória aguda ou condições semelhantes;
  •  Em crianças com doença renal crônica, o tratamento com somatropina deve ser interrompido no momento do transplante renal;
  •  Gravidez ou aleitamento.

Utilize Saizen exatamente como o indicado pelo seu médico.

Saizen deve ser injetado preferivelmente ao deitar. A dose e o esquema posológico do Saizen devem ser adaptados pelo médico de acordo com a indicação e a relação de superfície ou peso corporal do paciente.

Posologia

Crianças e adolescentes

Baixa estatura devido a níveis naturais insuficientes de hormônio do crescimento:

0,7-1,0 mg/m2 de superfície corporal ou 0,025-0,035 mg/kg corpóreo por dia, por administração subcutânea.

Deficiência de crescimento em meninas com Síndrome de Turner:

1,4 mg/m2 de superfície corporal ou 0,045-0,050 mg/kg corpóreo por dia, por administração subcutânea.

Caso você receba tratamento para Síndrome de Turner e também utilize esteroides anabolizantes não-estrogênicos, a resposta do tratamento para crescimento pode ser melhorada.

Deficiência de crescimento associada à insuficiência renal crônica em crianças em idade pré-puberal:

1,4 mg/mde superfície corporal ou 0,045-0,050 mg/kg corpóreo por dia, por administração subcutânea.

Deficiência de crescimento em crianças nascidas pequenas para idade gestacional:

1,0-2,0 mg/m2 de superfície corporal por dia ou 0,035-0,067 mg/kg corpóreo por dia, por administração subcutânea.

Adultos

Deficiência acentuada de hormônio do crescimento:

No início da terapia com somatropina, são recomendadas doses baixas de 0,15-0,30 mg, ministradas na forma de uma injeção subcutânea diária. A dose deve ser ajustada gradualmente pelo seu médico. A dose final recomendada do hormônio de crescimento raramente ultrapassa 1,0 mg/dia. Geralmente, deve se administrar a menor dose eficaz. Em pacientes mais velhos ou com sobrepeso, podem ser necessárias doses reduzidas.

Modo e via de administração

A dose e a frequência de administração de Saizen serão decididas pelo seu médico e dependerão da sua superfície ou peso corporal. Em geral, Saizen deve ser administrado todos os dias por injeção subcutânea. Recomenda-se que Saizen seja administrado ao deitar.

O frasco-ampola que contém a solução de Saizen é pronto para uso com seu autoaplicador Easypod. Como alternativa ao aplicador, a administração pode ser efetuada com uma seringa apropriada (ex. seringa de insulina).

Coloque todos os elementos necessários para a aplicação em uma superfície limpa e lave as mãos com água e sabão.

Para obter instruções sobre como carregar o cartucho no autoaplicador Easypod e como injetar a solução de Saizen, leia atentamente o manual de instruções fornecido com o autoplicador. Easypod é utilizado principalmente com pacientes a partir de 7 anos de idade até a idade adulta. O uso dos aplicadores por crianças deve sempre ser feito sob a supervisão de um adulto. Para utilizar uma seringa como alternativa ao aplicador na administração do produto, seguir as instruções descritas mais adiante.

Informação importante

Quando o medicamento é injetado no mesmo local por um longo período de tempo, pode causar danos. É importante alterar constantemente o local de aplicação. Não aplique em locais que apresentem nódulos, endurecimento, depressão cutânea ou dor. Neste caso, informe ao seu médico.

Você pode usar os seguintes locais para aplicação do Saizen:

Abdome:

Lateral do abdome, manter distância de três dedos longe do umbigo e na altura da cintura.

Braços:

Race externa e lateral externa do braço, manter distância de quatro dedos abaixo do ombro e quatro dedos acima do cotovelo.

Coxas:

Região frontal e lateral externa da coxa, manter distância de quatro dedos abaixo da virilha e quatro dedos acima do joelho.

Nádegas:

Região superior lateral externa das nádegas.

Costas:

Região próxima da cintura (recomendável auxílio de uma pessoa para aplicação).

Duração do tratamento

O tratamento deve ser finalizado uma vez que você atingir uma altura satisfatória ou quando, de acordo com a avaliação médica, seus ossos atinjam o crescimento máximo.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o Saizen?

Caso você se esqueça de uma dose de Saizen, informe o seu médico pois pode ser necessário ajustar levemente a dose para compensar.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico.

O tratamento com Saizen deve ser supervisionado por um médico com experiência no diagnóstico e tratamento de pacientes com deficiência de hormônio do crescimento.

Caso você tenha tido alguma doença que afete o cérebro, por exemplo um tumor, o médico deve examiná-lo regularmente para comprovar que não volte a aparecer. Não existem evidências de que o uso de Saizen aumente o risco de reaparecimento de tumores.

Hipofunção da glândula tireoide pode ocorrer durante o tratamento com hormônio de crescimento. Seu médico irá verificar regularmente o nível de hormônio da tireoide no sangue. Caso seja detectada deficiência de hormônio da tireoide, o médico poderá prescrever hormônios suplementares. Deficiência de hormônio da tireoide se manifesta pelo aparecimento de um ou mais dos seguintes sinais: fraqueza geral, cansaço leve, distúrbios psíquicos, inchaço, ganho de peso, prisão de ventre, engrossamento da voz, desaceleração do coração.

A idade óssea deve ser monitorada periodicamente, especialmente em crianças na puberdade e/ou que tenham sido diagnosticadas com deficiência do hormônio da tireoide, pois o fechamento da epífise pode ocorrer rapidamente.

Caso você tenha dores de cabeça intensas ou frequentes, problemas de vista (visão dupla, limitação do campo visual), de consciência, náuseas e vômitos ou febre, entre em contato com o médico imediatamente. Em casos raros pode ocorrer uma doença cerebral chamada papiledema e, para diagnóstico, pode ser necessário exame de fundo ocular. Seu médico decidirá sobre a necessidade de interromper o tratamento com o hormônio do crescimento, o qual poderá ser retomado posteriormente.

Após a aplicação de Saizen, você poderá sentir fraqueza, devido aos baixos níveis de açúcar no sangue (glicemia). Esta sensação deve desaparecer rapidamente. Sua glicemia deve, então, ficar maior do que o normal 2-4 horas após a aplicação. Como o tratamento com hormônio do crescimento pode alterar a forma como seu organismo lida com o açúcar, seus níveis devem ser monitorados regularmente pelo médico.

A somatropina pode aumentar os níveis de açúcar no sangue. Caso você ou alguém da família tenha diabetes, o médico deve acompanhar de perto a sua glicemia e, caso necessário, deve ajustar o tratamento para diabetes enquanto estiver em tratamento com Saizen.

Crianças com problemas hormonais ou nos rins podem ter, com maior frequência, problemas nos quadris. Se a criança tem insuficiência renal crônica, ela deve ser examinada periodicamente para prevenir doenças nos ossos. Não se sabe se doenças nos ossos em crianças ou problemas nos rins são afetados pela terapia com hormônio do crescimento. Uma radiografia dos quadris deve ser feita antes de iniciar o tratamento com Saizen. Se a criança manca ou se queixa de dores nos quadris ou nos joelhos durante o tratamento com Saizen, informe seu médico. Ele deve se certificar de que estes sintomas não sejam causados por um deslizamento da cabeça do fêmur (separação da epífise), antes da continuação do tratamento com Saizen.

O tratamento com Saizen deve ser interrompido em crianças com doença renal crônica no momento do transplante.

Pacientes portadores da Síndrome de Turner em tratamento com Saizen devem ser examinados frequentemente, principalmente caso ocorra dor nos ossos.

É importante revezar os locais de aplicação diariamente. Quando o medicamento é aplicado no mesmo local por um longo período, ele poderá causar danos a esta área. Consulte “Como devo usar este medicamento?” para saber mais sobre os locais de aplicação.

Em pacientes tratados com somatropina que apresentam dor abdominal, especialmente crianças, pancreatite deve ser considerada.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Assim como todos os medicamentos, Saizen pode causar reações adversas, embora elas não se manifestem em todas as pessoas.

Informe imediatamente ao seu médico caso sinta dores de cabeça fortes e recorrentes associadas a náuseas, vômitos ou problemas de visão. Estes são sintomas de um efeito colateral incomum chamado hipertensão intracraniana benigna.

Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • Vermelhidão e coceira no local de aplicação.
  • Lipoatrofia no local de aplicação, que pode ser evitada alternando o local frequentemente.
  • Edema (inchaço), dor muscular, dor nas articulações e problemas nas articulações em adultos. Estas reações geralmente aparecem no início do tratamento e são de curta duração.
  • Dor de cabeça (isolada).
  • Síndrome do túnel do carpo (em adultos), que se caracteriza por ardência, sensação de queimação, dor e/ou dormência na mão.

Reação incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • Síndrome do túnel do carpo, que se caracteriza por ardência, sensação de queimação, dor e/ou dormência na mão.
  • Edema (inchaço), dor muscular, dor nas articulações e problemas nas articulações em crianças. Estas reações geralmente aparecem no início do tratamento e são de curta duração.

Reação muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • Deslizamento ou necrose avascular da cabeça femoral. Caso você comece a mancar sem motivo ou apresente dor no quadril ou no joelho, contate o seu médico ou farmacêutico.
  • Leucemia foi relatada em um pequeno número de pacientes com deficiência de hormônio do crescimento, sendo que alguns deles foram tratados com somatropina. No entanto, não há evidência que a incidência de leucemia é aumentada nos receptores do hormônio do crescimento, sem fatores predisponentes.
  • Muito raramente um paciente pode desenvolver anticorpos (tipo de proteína que ajuda a proteger o corpo) à somatropina. Estes não são normalmente associados a efeitos colaterais e geralmente não interferem no crescimento.

Reações com frequência desconhecida

  • Pancreatite (inflamação do pâncreas).
  • Pode ocorrer aumento do nível de açúcar no sangue durante o tratamento com hormônio do crescimento.
  • O tratamento com hormônio do crescimento pode reduzir os níveis de hormônio tireoidiano.
  • Reações de hipersensibilidade, localizadas e generalizadas.

Atenção: este produto é um medicamento que possui nova concentração e nova forma farmacêutica no país e, embora as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos imprevisíveis ou desconhecidos. Nesse caso, informe seu médico.

População Especial do Saizen

Dirigir e operar máquinas

Não foram realizados estudos formais sobre os efeitos na capacidade de conduzir e utilizar máquinas. Com base no mecanismo de ação do hormônio de crescimento, o uso de Saizen não deve afetar a habilidade do paciente para dirigir e utilizar máquinas.

Gravidez e amamentação

Saizen não deve ser utilizado durante a gravidez. Durante o tratamento, é recomendado utilizar um método de contracepção não-hormonal adequado.
Não se sabe se o hormônio do crescimento atinge o leite materno. Como medida de precaução, não é recomendável amamentar durante o tratamento com Saizen.

Idosos

Caso você tenha idade superior a 60 anos ou se estiver utilizando Saizen há muito tempo, você deverá ser examinado com mais frequência pelo seu médico. Como há menos experiência no tratamento de pessoas idosas e no tratamento prolongado com Saizen, são necessários cuidados especiais.

Este medicamento pode causar doping.

Atenção diabético

Este medicamento contém açúcar.

Informe ao seu médico se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

Cada frasco-ampola de Saizen 1,33 mg (4 UI) contém:

Somatropina (r-hGH) – 1,33 mg (4 UI).

Excipientes: manitol, fosfato dissódico dihidratado, fosfato monossódico monohidratado. Cada ampola de solvente contém 1 mL de solução fisiológica.

Cada frasco-ampola de Saizen 8 mg “click. easy” contém:

Somatropina (r-hGH) – 8,0 mg (24 UI).

Excipientes: sacarose, ácido fosfórico e hidróxido de sódio para acertar o pH.

Cada mL de solvente bacteriostático para Saizen 8 mg “click.easy” contém:

Metacresol – 3 mg.

Água bidestilada estéril q.s.p.1 mL.

Saizen 8 mg “click.easy” é formulado para conter 8,8 mg de somatropina por frasco-ampola, com margem de sobra de 10 %.

1 mL de solução reconstituída, contém cerca de 5,83 mg de somatropina, reconstituída com o conteúdo do cartucho de solvente bacteriostático.

Se você aplicar uma quantidade de Saizen muito acima da prescrita, você deve informar ao seu médico, pois pode ser necessário fazer um pequeno ajuste de dose para compensar. A aplicação em excesso pode levar a mudanças nos níveis de açúcar no sangue, o que pode levar você a sentir tontura. Caso tenha este sintoma, informe ao seu médico assim que possível.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 08007226001, se você precisar de mais orientações

Pelo fato do hormônio do crescimento poder induzir a um estado de resistência à insulina, os pacientes devem ser observados para checar evidências quanto à diabetes ou intolerância à glicose. Adicionalmente, pacientes com diabetes pré-existente ou intolerância à glicose devem ser monitorados durante a terapia com Somatropina.

O tratamento excessivo com glicocorticoides pode inibir o efeito esperado da Somatropina. Se a terapia de reposição com glicocorticoide é necessária, a dose e aderência ao tratamento desses medicamentos devem ser monitoradas cuidadosamente para evitar tanto a insuficiência adrenal como a inibição dos efeitos promotores de crescimento.

O uso de glicocorticoide pode ter ação negativa sobre o medicamento, inibindo o seu efeito sobre o crescimento.

Interação com exames laboratoriais

Pode ocorrer aumento nos níveis de ALT (TGP), AST (TGO), ALP (FAL).

Resultados de Eficácia

Somatropina (hormônio do crescimento humano recombinante – rhGH – ou Somatropina, LG Life Sciences, Coreia), produzido por tecnologia DNA-recombinante, utilizando Sacaromyces cerevisiae modificado por engenharia genética, foi estudado quanto à eficácia e segurança clínica, ficando demonstrados os seus benefícios nas condições em que está indicado.

Crianças

O efeito por longo tempo sobre o crescimento foi avaliado durante o tratamento com Somatropina em crianças com deficiência de hormônio do crescimento e primeiro contato com hormônio do crescimento (GH). Os resultados indicaram que o tratamento com Somatropina por até 7 anos, em crianças com deficiência de GH, é efetivo na melhora das taxas de crescimento sem efeitos colaterais indesejáveis (1).

A eficácia e segurança clínica de Somatropina foram avaliadas no tratamento de pacientes com Síndrome de Turner. O tratamento com Somatropina por 12 meses significativamente aumentou a velocidade de crescimento nesses pacientes, especialmente em crianças na faixa etária de 4 a 8 anos. Nenhum evento adverso específico foi observado durante o tratamento (2).

O efeito da terapia com Somatropina foi avaliado por um ano, numa dose de 1 UI (0,33 mg)/kg/semana, sobre a velocidade de crescimento de portadores de Síndrome de Turner. Ao final do período de estudo, houve um incremento médio significativo na velocidade de crescimento estatural, de 6,7 cm/ano, contrastando com 3,8 cm/ano antes do tratamento, mostrando que as pacientes se beneficiaram do tratamento com o rhGH (3).

A eficácia do uso de Somatropina, 0,7 UI (0,23 mg)/kg/semana, foi avaliada em crianças com deficiência de GH, tendo-se verificado também um aumento significativo da velocidade de crescimento estatural. O estudo mostrou também que crianças com deficiência de GH se beneficiaram do tratamento com rhGH mesmo quando iniciado tardiamente, havendo um potencial para incremento da altura final (4).

Um estudo aberto, não randomizado, realizado durante um ano em crianças, visando avaliar a eficácia e a segurança do Somatropina em estimular o efeito de crescimento crianças com Síndrome de Turner, foi verificado que ele foi capaz de estimular o crescimento ósseo de maneira significativa (3.4 ± 1.5 cm/ano no baseline para 8.0 ± 2.6 cm/ano no Mês 6, e para 7.1 ± 1.9 cm/ano no Mês 12). Somatropina foi considerado seguro e bem tolerado, sem nenhum evento adverso significante reportado (5).

Referências Bibliográficas

1. Lee BC; Long-term Growth Response to Growth Hormone Therapy in Children with Growth Hormone Deficiency [Korean Journal of Pediatrics 1997; 40(5); 672-678].
2. Kim DH, Lee BC, Yang SW e Chung WY [Korean Journal Of Pediatric Endocrinology 1998; 3(2): 172-181].
3. Khadilkar VV, Khadilkar AV, Nandy M, Maskati GB; Growth Hormone in Turner Syndrome [Indian Pediatrics 2006; 43 (March 17):236-240].
4. Khadilkar VV, Khadilkar AV, Nandy M, Maskati GB; Multicentric Study of Efficacy and Safety of Growth Hormone use in Growth Hormone Deficient Children in India [Indian J Pediatrics 2007; 74(1):51-54].
5. LGLS; Open, multi-center, non-randomized, uncontrolled phase III study to evaluate efficacy and safety of Eutropin (recombinant human growth hormone) in patients with Turner syndrome.

Características Farmacológicas

Somatropina, pó liofilizado branco, estéril, para injeção subcutânea/intramuscular, contém Somatropina, um hormônio polipeptídico de origem DNA recombinante. Sua molécula tem resíduos de 191 aminoácidos e possui peso molecular entre 21000 e 23000 daltons. Há décadas ele já existe como terapêutica de reposição, mas a sua quantidade era muito pequena, uma vez que era extraído de hipófises de cadáveres. A tecnologia do DNA recombinante tornou possível a produção de um rhGH semelhante ao GH natural.

Farmacodinâmica

A Somatropina promove crescimento ósseo, muscular e de outros tecidos, estimula o anabolismo proteico, promovendo síntese celular das proteínas e dos ácidos nucleicos, e afeta o metabolismo adiposo e mineral. Seu efeito mais notável é a estimulação do crescimento longitudinal dos ossos. Atua também aumentando a densidade mineral óssea após a interrupção do crescimento longitudinal e o fechamento das epífises. Estes efeitos envolvem a diferenciação dos pré-condrócitos em condrócitos e a estimulação da proliferação dos osteoclastos em osteoblastos. Seus efeitos anabólicos e de promoção do crescimento são mediados, indiretamente, pela indução do fator de crescimento semelhante à insulina tipo 1 (IGF-1). O IGF-1 produzido localmente em muitos tecidos é crítico para o crescimento.

Após o início do tratamento com a Somatropina, ocorre uma retenção de nitrogênio, como demonstrado pela redução de sua excreção urinária e dos baixos níveis séricos e urinários da ureia.

No que diz respeito ao metabolismo dos carboidratos, observa-se que as crianças com hipopituitarismo apresentam, algumas vezes, episódios de hipoglicemia em jejum, que tendem a melhorar com o tratamento com o hormônio do crescimento.

Em relação ao metabolismo lipídico, o hormônio do crescimento determina mobilização dos lipídeos, com redução das gorduras de depósitos e aumento dos ácidos graxos livres no plasma.

Quanto ao metabolismo mineral, o hormônio do crescimento favorece retenção do sódio, potássio e fósforo, enquanto aumenta a excreção dos íons de cálcio.

Farmacocinética

Os estudos realizados em coelhos demonstram a dose-dependência para os valores de meia-vida final, o tempo médio de permanência e o volume aparente de distribuição no estado estacionário, enquanto que os valores médios de clearance total no corpo e clearance renal e não renal não foram dose-dependente após administração intravenosa (i.v.) em bolus de Somatropina (0,2 a 5,0 UI/Kg). A porcentagem de Somatropina intacta excretada dentro de 24 horas após a administração da dose pela via intravenosa foi negligenciável, implicando que aproximadamente toda Somatropina foi metabolizada. A biodisponibilidade absoluta da Somatropina depois da administração subcutânea de 0,5 UI /Kg em coelhos foi estimada em cerca de 80% quando comparada com a biodisponibilidade após a administração por via intravenosa.

A concentração plasmática máxima (Cmax) de Somatropina após administração subcutânea de 0,5 UI/Kg em coelhos foi de cerca de 40 a 50 ng/mL e aparece de três a quatro horas após administração (Tmax). Verificou-se que a Somatropina apresentou alta concentração renal e hepática (relação entre tecido e plasma [T/P] maior do que um) e menos concentrado no estômago, coração, pulmão, baço, intestino grosso, músculo e cérebro.

Parâmetros Farmacocinéticos de Somatropina após administração intravenosa em bolus de 0,2, 0,5, 2,0, ou 5,0 UI/Kg em coelhos

Médias (DP)
0,2 UI/Kg0,5 UI/Kg2,0 UI/Kg5,0 UI/Kg
t1/2 (min)9,3 (2,06)16,8 (4,75)b22,2 (6,74)b25,8 (6,78)b
TMP(min)11,6 (1,74)21,7 (2,92)a26,7 (7,32)a37,9 (7,44)b
Vss (mL/Kg)166 (31,8)218 (27,4)b342 (73,0)b556 (46,0)b
ClT (mL/min x Kg)14,2 (5,61)10,2 (0,79)14,3 (0,79)14,7 (3,13)
ClR (mL/min x Kg)0,042 (0,0386)0,009 (0,0483)0,007 (0,1430)0,016 (0,0455)
ClNR (mL/min x Kg)13,9 (6,62)10,1 (0,71)14,2 (0,78)14,2 (2,10)

a p < 0,01; b p < 0,001 quando comparado com o valor de 0,2 UI/Kg.

Abreviações:

  • t1/2 = meia-vida final;
  • TMP = tempo médio de permanência;
  • Vss = volume aparente de distribuição no estado estacionário;
  • ClT = clearance total do organismo;
  • ClR = clearance renal;
  • ClNR = clearance não-renal; mL = mililitro; min = minuto;
  • Kg = quilograma;
  • UI = unidade internacional;
  • DP = desvio padrão.

Nota: 1 UI de rhGH corresponde a 0,33 mg de proteína.

Saizen tem prazo de validade de 24 meses. Após a primeira aplicação, utilizar em até 28 dias. Conservar em temperatura entre 2°C e 8°C, na embalagem original para proteger da luz. Não congelar.

Ao utilizar o autoaplicador Easypod, o frasco-ampola é mantido no aplicador, que deve ser armazenado na geladeira.

Como alternativa ao Easypod, a administração do produto pode ser realizada com uma seringa apropriada (ex. seringa de insulina), sendo que o frasco-ampola deve ser armazenado na geladeira.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Após a primeira aplicação, utilizar em até 28 dias.

A solução deve ser límpida, não devendo apresentar partículas nem sinais visíveis de deterioração. Se a solução contiver partículas, ela não deve ser injetada.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

MS100890350

Farmacêutico Responsável:
Alexandre Canellas de Souza CRF-RJ n°. 23277

Fabricado por:
Merck Serono S.p.A. Bari – Itália

Embalado por:
Ares Trading Uruguay S.A. Montevidéu – Uruguai

Importado por:
Merck S.A.
CNPJ 33.069.212/0001-84
Estrada dos Bandeirantes, 1099
Rio de Janeiro – RJ – CEP 22710-571
Indústria Brasileira
Merck Serono é uma divisão de Merck S.A.


Informações Profissionais
Fabricante: Merck
Tipo do Medicamento: Biológico
Necessita de Receita: C5 Branca 2 vias (Venda Sob Prescrição Médica - Só Pode ser Vendido com Retenção da Receita)
Princípio Ativo: Somatropina
Categoria do Medicamento: Repositores Hormonais
Classe Terapêutica: Hormônios Do Crescimento
Especialidades: Endocrinologia