Mostrando pesquisa para: Todas as localidades

Raquitismo hipofosfatêmico

Início Raquitismo hipofosfatêmico

Raquitismo Hipofosfatêmico

 

O raquitismo hipofosfatêmico é uma doença caracterizada por hipofosfatemia, deficiente absorção intestinal de cálcio e raquitismo ou osteomalacia que não responde à vitamina D. É geralmente hereditária. Os sintomas são dores ósseas, fraturas e anormalidades do crescimento.

Sintomas e Sinais

A doença se manifesta como amplo espectro de anormalidades, que vão desde hipofosfatemia isolada até retardo de crescimento com baixa estatura, e raquitismo grave e osteomalacia. Crianças costumam manifestar isso quando começam a andar, com arqueamento das pernas e outras deformidades ósseas, pseudofraturas (i.e., achados radiográficos na osteomalácia que podem representar áreas de fraturas por estresse antigas que foram substituídas por osteoide inadequadamente mineralizado versus áreas de erosões ósseas), dor óssea e baixa estatura.

Tratamento

O tratamento do raquitismo hipofosfatêmico é feito com comprimidos ou solução neutra de fosfato.

Adultos portadores de raquitismo oncogênico podem melhorar dramaticamente após a remoção de tumor de células mesenquimais. Por outro lado, raquitismo oncogênico é tratado com calcitriol 5 a 10 ng/kg VO duas vezes/dia e fósforo elementar 250 mg a 1 g VO três ou quatro vezes/dia.

Fonte: Manual MSD